Com um pouco de açucar

Minha foto
'Seja o que você pareceria ser'. Ou se você preferir isso dito de uma maneira mais simples: 'Nunca se imagine como não sendo outra coisa do que aquilo que poderia parecer aos outros que aquilo que você foi ou poderia ter sido não fosse outra coisa do que o que você poderia ter sido parecia a eles ser outra coisa'. (Alice in wonderland)

segunda-feira, dezembro 22

Ismália


Alphonsus de Guimaraens


Quando Ismália enlouqueceu,

Pôs-se na torre a sonhar...

Viu uma lua no céu, Viu outra lua no mar.

No sonho em que se perdeu,

Banhou-se toda em luar...

Queria subir ao céu,

Queria descer ao mar...

E, no desvario seu,

Na torre pôs-se a cantar...

Estava perto do céu,

Estava longe do mar...

E como um anjo pendeu As asas para voar...

Queria a lua do céu, Queria a lua do mar...

As asas que Deus lhe deu Ruflaram de par em par...

Sua alma subiu ao céu, Seu corpo desceu ao mar...



Alphonsus de Guimaraens
(Afonso Henriques da Costa Guimaraens), nasceu em Ouro Preto (MG), em 1870 e faleceu em Mariana (MG), em 1921. Bacharelou-se em Direito, em 1894, em sua terra natal. Desde seus tempos de estudante colaborava nos jornais “Diário Mercantil”, “Comércio de São Paulo”, “Correio Paulistano”, “O Estado de S. Paulo” e “A Gazeta”. Em 1895 tornou-se promotor de Justiça em Conceição do Serro (MG) e, a partir de 1906, Juiz em Mariana (MG), de onde pouco sairia. Seu primeiro livro de poesia, Dona Mística, (1892/1894), foi publicado em 1899, ano em que também saiu o “Setenário das Dores de Nossa Senhora. Câmara Ardente”. Em 1902 publicou “Kiriale”, sob o pseudônimo de Alphonsus de Vimaraens. Sua “Obra Completa” foi publicada em 1960. Considerado um dos grandes nomes do Simbolismo, e por vezes o mais místico dos poetas brasileiros, Alphonsus de Guimaraens tratou em seus versos de amor, morte e religiosidade. A morte de sua noiva Constança, em 1888, marcou profundamente sua vida e sua obra, cujos versos, melancólicos e musicais, são repletos de anjos, serafins, cores roxas e virgens mortas.

(fonte: Itaú Cultural)


Publicado no livro Pastoral aos crentes do amor e da morte: este poema, integrante da série "As Canções", foi incluído no livro “Os cem melhores poemas brasileiros do século”, Editora Objetiva, Rio de Janeiro, 2001, pág. 45, uma seleção de Ítalo Moriconi.

quinta-feira, dezembro 18

Uma Escola Revolucionária!

Esse texto é do Ricardo Jordão Magalhães,um carmarada visionário que tem feito muito sucesso e revolução, com esse teto sobre ensino e escola eu me torno sua admiradora incondicional...meu sonho de escola, pena não existir perto de casa!


"Saber, não fazer, é não saber."

Querida(o) Amiga(o),

Eu odeio as escolas do mundo, eu odeio as escolas que ensinam decoreba para as crianças. Simplesmente não funciona, não resolve.

A minha filha de 4 anos estuda hoje em uma escola de mente aberta que não obriga ela a decorar NADA. Nas reuniões que reúnem os pais, a diretora pedagógica da escola da minha filha não consegue explicar direito qual é o método que eles usam. Não é o método tradicional, não é o método Montessori, não é nenhum método conhecido, eles estão experimentando coisas novas, misturando escolas diferentes, experimentando de tudo; a maioria dos pais e mães acham isso um absurdo, mas eu gosto da idéia, e tô pagando para ver.

A minha filha é super feliz nessa escola. Ela brinca prá caramba e tem várias amiguinhas de diferentes níveis sociais; não sabe muito de matemática, mas já conhece as poesias de Carlos Drummond de Andrade, já ouviu um sanfoneiro tocar uma sanfona, e se recusa a conversar com adultos mal educados, que falam em voz alta, gritam, ou não sabem falar "muito obrigado", "desculpe" ou "por favor".

Por outro lado, eu tenho amigos com filhos de 4 ou 5 anos que estudam em escolas tradicionais que ensinam a eles a levantar quando o professor entra na sala e a cantar o hino nacional todos os dias pela manhã. A minha esposa fica preocupada porque acha que a nossa filha está atrasada, mas eu não tô nem aí se a minha filha ainda não sabe ler X coisas, ou escrever o nome do presidente da república.

Eu odeio as escolas tradicionais, e acredito que a educação precisa de uma revolução.

As escolas precisam se reinventar!!!

As escolas precisam conhecer a ESCOLA DA PONTE!

Você já ouviu falar da Escola da Ponte em Portugal?

"Educar é mais do que preparar alunos para fazer exames, mais do que decorar a tabuada, mais do que saber papaguear ou aplicar fórmulas matemáticas. É ajudar as crianças a entender o mundo, a realizarem-se como pessoas, muito para além do tempo de escolarização". Esse é o pensamento que norteia a filosofia da Escola da Ponte, uma instituição pública de ensino que fica em Portugal.

Idealizada pelo educador lusitano José Pacheceo, e fundada em 1976, a escola é o modelo de um sistema pedagógico inovador, inspirado dos ideais de educação libertária de pensadores como Edgard Morim, e o brasileiro Paulo Freire.

Na Escola da Ponte não há salas de aula, séries ou curso determinado. A Escola da Ponte é a verdadeira Escola de Atenas (referência àquela pintura que eu já mostrei por aqui várias vezes feita por Rafael séculos atrás).

Na Escola da Ponte o aprendizado é autônomo. Cada aluno escolhe o que quer aprender. Eles elaboram seus planos de estudo e desenvolvem projetos, individuais ou em grupo. Professores lá trabalham conjuntamente com os alunos, não havendo diferença hierárquica entre eles. Não há um diretor.

Provas??? Só quando o aluno quiser, ou melhor, quando sentir que já aprendeu e está preparado para ser avaliado. E é ele quem procura o professor e solicita a avaliação.

"As nossas crianças não são educadas apenas para a autonomia, mas através dela, nas margens de uma liberdade matizada pela exigência da responsabilidade", explica Pacheco.

Mas para chegar a esse ponto, os alunos passam por um longo aprendizado de múltiplas disciplinas.

"Para os que vêm de outras escollas e confundem liberdade com libertinagem, não sabem o que querem, somos nós que dizemos o que devem aprender e quando devem ser avaliados. Não somos doidos", esclarece Pacheco.

A escola é pequena, tem cerca de 200 alunos, com idades entre 5 e 13 anos. Pequena no tamanho, mas grande na proposta pedagócica, a ponto de fazer o educador Rubem Alves se encantar. "Quando vi a Escola da Ponte fiquei alegre e repeti, para ela, o que Fernando Pessoa havia dito para uma mulher amada: "Quando te vi, amei-te já muito antes...", conta Rubem.

"A primeira vez que visitei a Escola da Ponte quem me apresentou a escola foi uma menina de 9 anos", conta Rubem Alves, "Para entender a nossa escola, o senhor terá que esquecer tudo o que entende sobre escolas. Não temos professores dando aulda. Não temos turmas separadas, nem campainhas separando os tempos de pensar", "Como nós aprendemos? Os alunos formam pequenos grupos e escolhem um tema que desejam trabalhar. O que o professor vai fazer? Ele dá as informações bibliográficas e de pesquisa na internet, estabelecendo com os alunos o programa de trabalho, de investigação e de leitura. Por duas semanas, eles lêem, investigam, pesquisam na internet. Todo mundo está trabalhando. Não tem ninguém dando aulas. Os alunos estão investigando, trabalhando e ao final de duas semanas eles reúnem-se para conversar sobre o que aprenderam. Quando se sentem prontos para serem avaliados, solicitam as provas." É possível implementar a Escola da Ponte no seu bairro?

É possível implementar a Escola da Ponte no Brasil inteiro?

Por que não?

O web site da Escola da Ponte é feinho, mas tem algumas pérolas shows de bola sobre o projeto da escola. Um exemplo é o projeto pedagógico da Escola da Ponte disponível na web para você ler, compreender, e porque não implementá-la na sua cidade, ou mostrar para os diretores da escola mais próxima da sua casa. Outra pérola é o documento original de 1996 sobre o projeto inicial da escola.

QUEBRA TUDO na Escola!!

Ricardo Jordão Magalhães
Vamos fechar as escolas!
E-Mail e Messenger: ricardom@bizrevolution.com.br
BIZREVOLUTION

EU SOU FÃ DO SER HUMANO! E Você?


Fonte: Site bIzReVoLuTiOn eu sou fã desse cara !

Mary Poppins!

quarta-feira, dezembro 17

Por que 30 anos não são 30 dias, Graças a Deus e ao Jabor!

Isto é para as mulheres de 30 anos pra cima... E para todas aquelas que estão entrando nos 30, e para todas aquelas que estão com medo de entrar nos 30...E para homens que têm medo de mulheres de mais de 30!!!

"Á medida que envelheço, e convivo com outras, valorizo mais as mulheres que estão acima dos 30. Estas são algumas razões do porquê:
- Uma mulher de 30 nunca o acordará no meio da noite para perguntar: "O que você está pensando?" Ela não se importa com o que você pensa, mas se dispõe de coração se você tiver a intenção de conversar.

- Se uma mulher de 30 não quer assistir o jogo, ela não fica à sua volta resmungando. Ela faz alguma coisa que queira fazer. E, geralmente é alguma coisa bem mais interessante.

- Uma mulher de 30 se conhece o suficiente para saber quem é, o que quer e quem quer. Poucas mulheres de 30 se incomodam com o que você pensa dela ou sobre o que ela está fazendo.

- Mulheres dos 30 são honradas. Elas raramente brigam aos gritos com você durante a ópera ou no meio de um restaurante caro. É claro, que se você merecer, elas não hesitarão em atirar em você, mas só se ainda sim elas acharem que poderão se safar impunes.

- Uma mulher de 30 tem total confiança em si para apresentar-te para suas melhores amigas. Uma mulher mais nova com um homem tende a ignorar mesmo sua melhor amiga porque ela não confia no cara com outra mulher. E falo por experiência própria. Não se fica com quem não se confia, vivendo e aprendenndo né???

- Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem. Você nunca precisa confessar seus pecados para uma mulher com mais de 30. Elas sempre sabem.

- Uma mulher com mais de 30 fica linda usando batom vermelho. O mesmo não ocorre com mulheres mais jovens.

- Mulheres mais velhas são diretas e honestas. Elas te dirão na cara se você for um idiota, se você estiver agindo como um!

- Você nunca precisa se preocupar onde você se encaixa na vida dela. Basta agir como homem, e o resto deixe que ela faça.

- Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 por um "sem" número de razões. Infelizmente, isso não é recíproco.Para cada mulher de mais de 30, estonteante, inteligente, bem apanhada e sexy, existe um careca, velho, pançudo em calças amarelas bancando o bobo para uma garçonete de 22 anos. Senhoras, eu peço desculpas: Para todos os homens que dizem, "porque comprar a vaca se você pode beber o leite de graça?", aqui está a novidade para vocês: Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento, sabe por quê? Porque as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça. Nada mais justo."

Arnaldo Jabor.

terça-feira, dezembro 16

Dá a cara pra bater!


“Quebro a cara toda hora. Mas só me arrependo do que deixei de fazer por preconceito, problema ou neurose.”
Leila Diniz.

segunda-feira, dezembro 15

Quem canta seus males espanta?

Trecho do filme alta fidelidade sobre a influencia da música em nós :

"Algumas das minhas canções favoritas: "Only love can break your heart", de Neil Young; "Last night I dreamed that somebady loved me", dos Smiths; "Call me", com Aretha Franklin; "I don´t want to talk about it", com qualquer um. E há também "Love Hurts" e "When love breaks down" e "How can you mend a broken heart" e "The speed of the sound of loneliness" e "She´s gone" e "I just don´t know what to do with myself" e... algumas dessas canções eu ouvi cerca de uma vez por semana, em média (trezentas vezes no primeiro mês, e de vez em quando depois disso), desde os dezesseis ou dezenove ou vinte e um anos de idade. Como é que isso pode não deixar você magoado de alguma forma? Como é que isso pode não transformá-lo no tipo de pessoa passível de se quebrar em pedacinhos quando seu primeiro amor dá todo errado? O que veio primeiro, a música ou a dor? Eu ouvia a música porque estava feliz? Ou estava infeliz porque ouvia a música? Esses discos todos transformam você numa pessoa melancólica?
As pessoas se preocupam com o fato das crianças brincarem com armas e dos adolescentes assistirem a vídeos violentos; temos medo de que assimilem um certo tipo de culto à violência. Ninguém se preocupa com o fato das crianças ouvirem milhares - literalmente milhares - de canções sobre amores perdidos e rejeição e dor e infelicidade e perda. As pessoas afetivamente mais infelizes que conheço são as que mais gostam de música pop; e não sei se foi a música pop que causou tal infelicidade, mas sei que elas vêm ouvindo as canções tristes há mais tempo do que vêm vivendo suas vidas infelizes." (Alta Fidelidade, Nick Hornby)

E lembrem-se: SUPERCALIFRAGILISTICEXPIALIDOCIOUS!

domingo, dezembro 14

Conto de Fadas às Avessas!


Enquanto isso no bosque dos cem acres:


Chapeuzinho canta: "pela estrada afora eu vou bem sozinha levar esses doces para a vovózinha, ela mora longe e é diabética."
Chapeuzinho pensa: "como é que é? a vovó é diabética? então PQP por que mandaram uma criança indefesa atravessar um bosque perigoso pra levar doces
pra uma velha diabética?
Chapeuzinho volta a cantar: "ela mora longe e o caminho é deserto, isso foi idéia de algum esperto!"

Chapeuzinho pensa: " O LOBO MAU..."

nesse momento chapeuzinho encontra João e Maria, larga os doces na mão deles e diz: "cansei,força na peruca meninos eu vou pra lan house atualizar as fotos do meu orkut desse passeio louco que me meteram e acharam que eu ia cair...depois me add lá tá joãozinho? se vc sobreviver a bruxa né ? e lembrem-se que a força esteja sempre com vocês! My precious!"










By Mary Poppins ! até o próximo...


domingo, dezembro 7

Curiosidade Supercalifragilistic

o Hit da cantora Fergie "Labels or Love" para o filme da série Sex and the city em sua letra tem o termo supercalifragilistic, isso não é curioso? escute a música e veja como essa palavra é sonora e bonitinha:



Labels or Love (Tradução)

Fergie

Compras de grifes, compras por amor
Manolo e Louis, é tudo o que eu penso
Compras de grifes, compras por amor
Manolo e Louis, é tudo o que eu penso

Eu já sei qual é o meu vício
Estou procurando rótulos e não á procura de amor
Vou comprando as bolsas enquanto dou o fora
Não chore, compre uma bolsa e acabe logo com isso
E eu não estou afim de me interessar nos políticos
Tem um monte de homens mas eu sei que eu poderia arrumar outro.

Apesar de eu saber que sempre fico feliz quando eu saio da loja
Estou adivinhando o Supercalifragi-sexy, não tem nada pra jogar
Eu adoro ele, odeio ele, beijo ele, só estou tentando caminhar uma milha nos meus chutes.

(Refrão)
O amor é como uma passarela, mas qual deles eu amo mais?
Não é bagagem emocional, apenas uma substituição por Dior
O amor é como uma pista, então o que vocês estão fuçando?
Vamos parar de persegui-las garotos e comprar mais alguma coisa

Eu sei que talvez venha parecer negativa
Estou procurando rótulos e não à procura de amor
Relacionamentos, ás vezes, são difíceis de controlar
Um vestido de Prada nunca quebrou meu coração antes
E, "bater perna" sempre me alegrou
Eu vou fazer a maldita coisa, me assista fazendo isso
Porque eu sei que o meu cartão de créditos vai me ajudar a sair dessa

Estou adivinhando o Supercalifragi-sexy, não tem nada pra jogar
Eu adoro ele, odeio ele, beijo ele, só estou tentando caminhar uma milha nos meus chutes.

(Refrão)

Gucci, Fendi, bolsas Prada, sempre adquirindo as coisas mais finas
Homens vem como uma centena de moedas, apenas me dão anéis de diamantes
Estou dentro de muitas Blings, Cadallic, Chanel e Coach
Vanglórias de Fellasmas mas eles não conseguem lidar com a minha abordagem do sexo feminino
Comprando coisas fica difícil de dizer
Rocking Christian Audigier, Manolo, Polo, tirando fotos no meu Cartier
Então nós não podemos ir de qualquer jeito
Eu sei que você pode odiar isso mas
Eu sou uma compradora de rótulos
Enquanto eles sustentam as garotas esperando por amor.

O sabiá, sabia já! PARTE II


Então, para meu alívio não só o ouví como o ví, aí está ele o meu amigo sabiá para admiração de todos, pena não dar para ouvir seu canto, quem sabe dia desses eu gravo isso também! rsrs

sábado, dezembro 6

"Errar é humano, gerenciar os erros é Supercalifragilistic!"

Da Expiação da beleza ao "fuxico"!





Então quando descreví os meus gostos e as minhas belezas fiquei imaginando depois que é ótimo exercitar a IMAGINAÇÃO, mas dar cara ao que eu descreví também me pareceu muito legal, então vou postar aqui fotos de alguns lugares que descreví na "Expiação da Beleza" e vocês caros parcos leitores poderão compartilhar comigo a beleza do olho de quem vê!
Nas fotos vocês podem ver meu tapetinho verde debaixo de minha janela, meu caminho de hortências e as portas de 30 anos que se repetem em todos os cômodos me dando a sensação de liberdade! ENJOY!

quinta-feira, dezembro 4

Delícias de Mulher!

Tem uma delícia de site que não me canso de olhar é o "Antes de Paris" e sempre digo para as meninas lá que se Antes de Paris é assim depois não existe rsrsrs, essa dica vai para as moças de bom gosto e para os rapazes que querem saber de que é feita e afeita uma mulher de bom gosto!

Começar bem já é meio caminho andado....

O Sabiá, sabia já!

Então aos que aguardaram a notícia do "fim" que teria, ou não, levado o MEU sabiá, digo caetaneando que 'ou não' venceu. O sabiá continua a cantar, o único problema é uma mega construção irritante que com suas betoneiras, tratores e furadeiras para construir esse tal prédio modernésimo de 40 andares abafa o som admirável de meu pobre amiguinho!
Mas hoje ao acordar numa breve trégua dos sons eu ouví o seu cantar e dei um sorriso particular na minha cama debaixo das cobertas agradecendo a Deus que ninguem o tenha dado fim ou vencido sua perseverança de cantar.

"por isso que eu canto, não posso parar, por isso essa voz, tamanha!!"

Canta meu sabiá, canta, quem canta seus males espanta, quem sabe essa poluição sonora num acabe logo, OU NÃO! tsc!

terça-feira, dezembro 2

Expiação da beleza!



Estive expiando a beleza a minha volta, tenho visto e vivido a vida com admiração particular e sigilosa, pois tem coisas que se ditas em voz alta perdem o encanto, então tenho amado o jeito antigo (old fashioned) e austero do prédio em que moro, ele tem a minha cara, algumas pessoas já me disseram isso, não que eu seja old fashioned e austera, nada a ver, mas ele tem estilo!
eu amo coisas com historia e cara de antigamente, amo a pitada moderna que damos a elas, mas isso eu entendo como sendo uma afirmação de minha vida naquele lugar tão vivido por outrem...já morei em casa 0 KM, AMEI, devo confessar, mas nada se compara a este DEJAVU obrigatório!
è algo muito bom, saber que os azulejos da cozinha tem 30 anos e voltaram a moda, que em Paris os azulejos das cozinhas são iguais, duvidas? outro dia mesmo estava assistindo ao filme "os Sonhadores" do Bertolucci e Bang lá estavam eles os velhos 15x15 branquinhos, embora pareçam comuns aos olhos críticos, decidi não mudá-los e sim revitalizá-los, extravasar esse meu lado conservacionista, purista e até meio Riponga (hippie) de ser, gosto das coisas boas, mas não precisam ser novas heheheheh não é a toa que tenho em minha casa várias coisas adquiridas no mercado livre, bagatelas que me valem o bom gosto e a descoberta de uma chaise longue que comprei por uns contos de réis e que descobri em uma chic revista de decoração (Vogue) que é design de um famoso artista da década de 60 e que uma igual custa uns mils (Joaquim Tenreiro), essas são coisas que não tem preço, não vou vendê-la, mas dá prazer saber que bom gosto se encontra no antigo também!
A minha expiação da beleza tem se estendido ao meu jardim, ao tapetinho verde que tenho embaixo de minha janela todas as manhãs, é bem verdade que nem sempre o vejo, mas quando paro pra olhar me enche os olhos, minhas Hortências tão lindas no caminho pra rua e tudo que esse universo onde me encontro hoje me traz, tão a minha cara...
Amo o sol entrando pelas frestas da porta de madeira da varanda (estas portas também devem ter seus 30 anos), amo o fato de abrir as portas dos cômodos ao mundo, não só pra dentro de casa, a primeira coisa que faço pela manhã é abrir as portas e deixar o barulho do mundo e da rua entrar e me sentir parte dele, ai olho de novo as hortências, digo bom dia ao jardineiro e ao porteiro e nos dias em que acordo mais tarde já posso também apreciar as crianças a brincar no parquinho com seus gritos histéricos, lógico que essas são coisas muito próprias dos dias de sol, esse que amo mais que qualquer coisa, não é a toa que meus filhos tem seus nomes : Sol, Luz e Céu...tudo que me causa maior expiação neste mundo !
A expiação da beleza da minha vida me fez aceitar que ela é bela apesar das perdas que sofrí com a distancia (amigos, parentes) e que se eu me abrir a esta expiação só tem coisa boa.
outro dia mesmo estava na praia e ví os jardins da praia e pensei WOW é o maior do mundo (está no guinness book), fiquei observando como a praça da independência vista de qualquer ângulo lembra uma cidade européia muito antiga e como o centro velho é aconchegante e cult!
tenho de ir lá mais vezes!
Tudo tem me gerado esse olhar admirado, hoje com razão meu marido me disse: "percebo que você já gosta daqui ! "
Acho que ele tem razão...
de onde venho essas coisas não teriam essa cara pois lá está tudo já muito deturpado pelo excesso! ou pela falta...
Mas não deixarei mais de expiar tais belezas e sei que ainda não descreví todas aqui, pois algumas são particulares ou até mesmo por que já deu pra perceber que não importa quais sejam as tais, o importante é percebê-las cada uma em sua própria vida! eu encontrei o meu estilo de vida...
ah, esquecí de comentar da sabiá que mora na árvore ao lado do meu quarto e mesmo com os moradores ranzina tentando expulsá-la, ela não desiste de cantar a partir das 03:00 da manhã, eles odeiam, EU AMO! (aliás não a tenho ouvido nesses últimos dias, será que eles conseguiram expulsá-la)...um dia eu conto! Continuem a expiar... (as suas vidas lógico)!!

Visão Além do alcance...

“Quando o dedo aponta para o céu, o imbecil olha para o dedo”
( frase do filme O maravilhoso destino de Amelie Poulain")

domingo, novembro 23

Eu Voltei!

"As curvas da estrada de santos" (Roberto Carlos)

Se você pretende saber quem eu sou
Eu posso lhe dizer
Entre no meu carro na Estrada de Santos
E você vai me conhecer
Você vai pensar que eu
Não gosto nem mesmo de mim
E que na minha idade
Só a velocidade anda junto a mim

Só ando sozinho e no meu caminho
O tempo é cada vez menor
Preciso de ajuda, por favor me acuda
Eu vivo muito só

Se acaso numa curva
Eu me lembro do meu mundo
Eu piso mais fundo, corrijo num segundo
Não posso parar

Eu prefiro as curvas da Estrada de Santos
Onde eu tento esquecer
Um amor que eu tive e vi pelo espelho
Na distância se perder

Mas se amor que eu perdi
Eu novamente encontrar, oh
As curvas se acabam e na Estrada de Santos
Não vou mais passar
Não, não vou mais passar, oh

Eu prefiro as curvas da Estrada de Santos
Onde eu tento esquecer
Um amor que eu tive e vi pelo espelho
Na distância se perder

Mas se amor que eu perdi
Eu novamente encontrar, oh, oh
As curvas se acabam e na Estrada de Santos
Eu não vou mais passar
Não, não, não, não, não, não

Na Estrada de Santos as curvas se acabam
E eu não vou mais passar
Não, não, não,
Oh, na Estrada de Santos as curvas se acabam

sábado, novembro 8

Mazzy star! Amazing Voice and lyrics!



FLOWERS IN DECEMBER

Before I let you down again
I just want to see you in your eyes
I would have taken everything out on you
I only thought you could understand

They say everyman goes blind in his heart
And they say everybody steals somebody’s heart away
And I got nothing more to say about it
Nothing more than you would me

Send me your flowers, of your december
Send me your dreams, of your candy wine
I got just one thing I can’t give you
Just one more thing of mine

They say everyman goes blind in his heart
They say everybody steals somebody’s heart away
And I’ve been wondering why you let me down
And I been taking it all for granted

quinta-feira, novembro 6

Perto de você!

Perto de Você (Aqui link para música)

O Teatro Mágico

Composição: Indisponível

Quando começar o frio, dentro de nós
Tudo em volta parece tão quieto
Tudo em volta não parece perto
Toda volta parece o mais certo
Certo é estar perto sem estar
Perto de você, sou tão perto de você, sou tão perto de você

Quando o tempo não passar, dentro de nós
Cada hora é como uma semana
Cada novo alô é mais bacana
Cada carta que eu nunca recebo
É sempre um motivo pra lembrar
Sou tão perto de você (3x)

Vida amarga, como é doce a dor da palavra dita de tão longe, dita de tão longe, dita de tão longe...

Quando alguém se machuca, dentro de nós
Toda culpa parece resposta
Nossa busca não parece nossa
Nosso dia já não tem mais festa
Não tem pressa nem onde chegar
Sou tão perto de você (3x)

Quando a paz se anunciar, dentro de nós
É porque aquilo que nos cega, mostra um outro lado pra moeda
Que não paga as coisas do meu peito
O preço é me fazer acreditar
Sou tão perto de você (3x)

Vida amarga, como é doce a dor da palavra dita de tão longe, dita de tão longe, dita de tão longe

Quando a música acabar, dentro de nós...

terça-feira, novembro 4

A Lista!







A Lista

Oswaldo Montenegro

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais
Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você já desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar
Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora
Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas mentiras você condenava
Quantas você teve que cometer
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você
Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você
Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você

sábado, novembro 1

Oque vestir, Oque despir?!

"What uniform can I wear to hide my heavy heart?
It's too heavy. It will always show.
Jaques felt himself growing gloomy again.
He was well aware that to live on earth a man must follow it's fashions, and hearts were no longer worn." (Jean Cocteau)

sexta-feira, outubro 31

Tá na chuva pra se molhar?

essa fotografia e fiquei pensando na dualidade dela, aparentemente uma pessoa ingênua com atitudes nada ingênuas, é que muitas vezes passamos a idéia errada sobre nós mesmos, vc já parou pra pensar nisso!?
me pego as vezes ouvindo das pessoas: nossa vc é muito paciente, nossa vc é tão meiga e doce....JURA?
eu num acho! heheheheheheh
acho que as vezes as leituras são erradas, pessoas nos lêem errado o tempo todo e nós por outro lado as vezes tb num traduzimos tudo pra elas...
muitas vezes por convenção, educação, criação, medo...tentamos passar uma imagem daquilo que gostariamos de ser e talvez valha a tentativa pois a vontade de ser nos faça um pouquinho daquele jeito, mas o auto-conhecimento e a descoberta de quem realmente somos só se dá traves da convivência, dos esbarrões que damos nos outros e muitas vezes machucam e ferem ou são esbarrões quase carinhosos ai vai depender do personagem do outro.
è uma pantomima na verdade, viver é representar !
eu particularmente acho que num é nem proposital, é só a regra da boa educação.
mas que as vezes dá vontade de mostrar o dedo pra tudo isso dá !
e tem essa música da pitty que fala disso:



Máscara (Pitty)


Diga!
Quem você é?
Me diga!
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida...

Tira!
A Máscara
Que cobre o seu rosto
Se mostre
E eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro
Jeito de ser...

Ninguém merece
Ser só mais um bonitinho
Nem transparecer
Consciente, inconseqüente
Se preocupar em ser
Adulto ou criança
O importante é ser você...

Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja bizarro
Bizarro! Bizarro!
Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja...

Tira!
A Máscara
Que cobre o seu rosto
Se mostre
E eu descubro se eu gosto
Do seu verdadeiro
Jeito de ser...

Ninguém merece
Ser só mais um bonitinho
Nem transparecer
Consciente, inconseqüente
Sem se preocupar em ser
Adulto ou criança
O importante é ser você...

Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja bizarro
Bizarro! Bizarro!
Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja...

Meu cabelo não é igual
A sua roupa não é igual
Ao meu tamanho, não é igual
Ao seu caráter, não é igual
Não é igual, não é igual
Não é igual...

I had enough of it
But l don't care
I had enough of it
But l don't care
I had enough of it
But l don't care
I had enough of it
But l don't care...

Diga!
Quem você é?
Me diga!
Me fale sobre a sua estrada
Me conte sobre a sua vida...

E o importante é ser você
Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja bizarro
Bizarro! Bizarro!...

Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja bizarro
Bizarro! Bizarro!
Mesmo que seja estranho
Seja você!
Mesmo que seja bizarro
Bizarro! Bizarro!
Mesmo que seja estranho
Seja você!

segunda-feira, outubro 27

O pacto de infidelidade!!!!

Como é possivel? você deve se perguntar...foi essa mesma pergunta que me fez comprar este livro e vou começar a caminhar neste terreno tão perigoso e desconhecido para todos aqueles que nunca se aventuraram numa loucura dessas, só podia ser uma ficção né?
mas a idéia num é absurda e até interessante se torna a realidade dos fatos de que uma vida feliz e completa nem sempre é por sí só satisfatória.
mas creio que obviamente todas as implicações reais irão aparecer....vamos a leitura!

Sobre o livro
Victoria, Helen, Eliza e Leelee são ricas, casadas, mães de filhos adoráveis e têm uma vida... ok. Apenas ok. Não são infelizes, mas nenhuma delas poderia se considerar realizada. Na maior parte das vezes, é bom ter um marido, mas seria ótima ter carta branca para se envolver com outras pessoas. Uma sente falta da caça - de dar em cima de um cara e conquistá-lo. Outra quer apenas que os homens voltem a olhá-la com desejo, e não como uma mãe sempre estressada... Em um jantar com muito vinho, a conversa evolui para um desabafo coletivo e as quatro amigas decidem fazer um pacto. Um pacto de infidelidade. Todas teriam casos durante um ano e só poderiam contar suas histórias umas às outras. E assim elas começam a trilhar - duas delas ansiosamente, uma com cuidado e a quarta muito relutante - caminhos que as levam a todo o tipo de aventura e amores ilícitos. Mas raramente as coisas são tão simples como o planejado. À medida que o tempo passa, a excitação dos encontros é prejudicada por uma série de conflitos. As mulheres terão de lidar não apenas com seus dilemas como também com as chantagens de um colunista de jornal que descobre o segredo e ameaça revelá-lo a toda a cidade. Com uma visão inteligente e bem humorada da mulher contemporânea , Carrie Karasyov cria uma movimentada trama de desejo, traição, inveja e ganância para ser lida em um fôlego só.

terça-feira, outubro 21

Um pouco de açucar ajuda a engolir o remédio!

Mary Poppins: Vamos começar?
Menina: É um jogo não é Mary Poppins?
Mary Poppins: Bem, depende do seu ponto de vista, Veja em cada tarefa que tem que ser feita existe um pedacinho de diversão, você acha a diversão e estala os dedos! e a tarefa vira um jogo!
E cada tarefa que você tem se transforma num pedaço de bolo, um gracejo, uma farra.
Está bem claro que uma colher de açucar ajuda a engolir o remédio do jeito mais delicioso!
Um passarinho cuidando do seu ninho, tem bem pouco tempo para descansar enquanto busca seus pedacinhos de corda e ramos apesar de bem atento ao seu serviço ele tem uma alegre canção para assobiar, ele conhece uma melodia que faz o trabalho seguir adiante.
Por que uma colher cheia de açucar ajuda a engolir o remédio do jeito mais delicioso.
As abelhas que levam o nectar das flores para a colméia nunca cansam de zunir indo e vindo por que elas levam um pouquinho de cada flor que elas visitam e então elas acham que sua tarefa não é difícil.
Por que uma colher cheia de açucar ajuda a engolir o remédio do jeito mais delicioso.

Chim chi chi ree!

Beauty is in the eye of the beholder

Bem vindos !

Esta é a inauguração de

Supercalifragilisticexpialidocious!

Mas melhor usa-la com cuidado ou poderá mudar suavida: